Afrosambajazz

2009

  1. Canto de Xangô (Baden Powell/Vinicius de Moraes)

    Canto de Xangô

    (Baden Powell/Vinicius de Moraes)

    Ficha técnica

    Arranjo – Mario Adnet

    Violão – Mario Adnet

    Piano – Marcos Nimrichter

    Baixo – Jorge Helder

    Bateria – Jurim Moreira

    Percussão – Armando Marçal

    Guitarra – Ricardo Silveira

    Sax alto – Henrique Band

    Sax tenor – Eduardo Neves

    Sax baritono – Teco Cardoso

    Trompete – Jessé Sadoc

    Trombone – Everson Moraes

    Trompa – Philip Doyle

  2. Ritmo Afro (Baden Powell/Philippe Baden Powell)

    Ritmo Afro

    (Baden Powell/Philippe Baden Powell)

    Ficha técnica

    Arranjo arrangement – Mario Adnet Violão guitar – Mario Adnet Piano – Marcos Nimrichter Baixo bass – Jorge Helder Bateria drums – Jurim Moreira Percussão percussion – Armando Marçal Guitarra electric guitar – Ricardo Silveira Flauta em sol alto flute – Andrea Ernest Dias Sax tenor – Eduardo Neves Flugelhorn – Jessé Sadoc Trombones – Vittor Santos, Everson Moraes

  3. Caxangá de Oxalá (Baden Powell)

    Caxangá de Oxalá

    (Baden Powell)

    Ficha técnica

    Arranjo arrangement – Mario Adnet Violão guitar – Mario Adnet Piano – Marcos Nimrichter Baixo bass – Jorge Helder Bateria drums – Jurim Moreira Percussão percussion – Armando Marçal Flauta flute – Eduardo Neves Clarinete clarinet – Cristiano Alves Trombone – Everson Moraes Cello – Hugo Pilger Palmas clapping – Joana, Mario, Antonia, Philippe, Janaina Linhares

  4. Nhem nhem nhem (Baden Powell)

    Nhem nhem nhem

    (Baden Powell)

    Ficha técnica

    Arranjo arrangement – Philippe Baden Powell Violão de 7 cordas seven string guitar – Antonia Adnet Piano – Philippe Baden Powell Baixo bass – Jorge Helder Bateria drums– Jurim Moreira Percussão percussion – Armando Marçal Flauta – flute Andrea Ernest Dias Clarinete e Clarone clarinet/bass clarinet – Cristiano Alves Trombone – Everson Moraes Cello – Hugo Pilger

  5. Lamento de Exú (Baden Powell & Vinicius de Moraes)

    Lamento de Exú

    (Baden Powell & Vinicius de Moraes)

    Ficha técnica

    Arranjo arrangement – Philippe Baden Powell Piano – Philippe Baden Powell Baixo bass – Jorge Helder Bateria drums – Jurim Moreira Percussão percussion – Armando Marçal Guitarra electric guitar – Ricardo Silveira Clarinete clarinet– Joana Adnet Clarone bass clarinet– Cristiano Alves Sax alto – Henrique Band Sax tenor – Eduardo Neves Trompete trumpet – Aquiles Moraes Trombone – Everson Moraes

  6. Canto de Ossanha (Baden Powell/Vinicius de Moraes)

    Canto de Ossanha

    (Baden Powell/Vinicius de Moraes)

    Ficha técnica

    Arranjo arrangement – Mario Adnet Violão guitar – Mario Adnet Piano – Marcos Nimrichter Baixo bass – Jorge Helder Bateria drums – Jurim Moreira Percussão percussion – Armando Marçal Sax alto – Henrique Band Sax tenor – Eduardo Neves Sax baritono – Teco Cardoso Trompete – Jessé Sadoc Trombone – Everson Moraes Trompa – Philip Doyle

  7. Lamento de Preto Velho (Baden Powell)

    Lamento de Preto Velho

    (Baden Powell)

    Ficha técnica

    Arranjo arrangement – Philippe Baden Powell Piano – Philippe Baden Powell Violão guitar – Mario Adnet Acordeom accordion – Marcos Nimrichter Baixo bass – Jorge Helder Bateria drums – Jurim Moreira Percussão percussion – Armando Marçal Flauta flute – Eduardo Neves Flauta em sol alto flute– Andrea Ernest Dias Clarinete clarinet – Cristiano Alves Sax baritono – Teco Cardoso Voz vocal – Carlos Negreiros

  8. Sermão (Baden Powell/Paulo César Pinheiro)

    Sermão

    (Baden Powell/Paulo César Pinheiro)

    Ficha técnica

    Arranjo arrangement – Philippe Baden Powell Piano – Philippe Baden Powell Baixo bass – Jorge Helder Bateria drums – Jurim Moreira Violão guitar – Ricardo Silveira Flauta flute – Teco Cardoso Sax alto – Henrique Band Sax tenor – Eduardo Neves Trompete trumpet – Jessé Sadoc Trombone – Vittor Santos Vocal – Joana Adnet, Philippe & Mario

  9. Pai (Baden Powel/Paulo César Pinheiro)

    Pai

    (Baden Powel/Paulo César Pinheiro)

    Ficha técnica

    Arranjo arrangement – Mario Adnet Violão guitar – Mario Adnet Piano – Marcos Nimrichter Baixo bass – Jorge Helder Bateria drums – Jurim Moreira Percussão percussion – Armando Marçal Sax alto – Henrique Band Sax baritono – Teco Cardoso Trompete trumpet– Jessé Sadoc Trompa french horn – Philip Doyle

  10. Alodé (Baden Powell)

    Alodé

    (Baden Powell)

    Ficha técnica

    Arranjo arrangement – Philippe Baden Powell Piano – Philippe Baden Powell Baixo bass – Jorge Helder Bateria drums – Jurim Moreira Percussão percussion – Armando Marçal Guitarra electric guitar – Ricardo Silveira Sax tenor – Eduardo neves Sax baritono – Teco Cardoso

  11. Berimbau (Baden Powell/Vinicius de Moraes)

    Berimbau

    (Baden Powell/Vinicius de Moraes)

    Ficha técnica

    Arranjo arrangement – Philippe Baden Powell Piano – Philippe Baden Powell Baixo bass – Jorge Helder Bateria drums – Jurim Moreira Percussão percussion – Armando Marçal Sax tenor – Eduardo Neves

  12. Suite Yansan (Baden Powell)

    Suite Yansan

    (Baden Powell)

    Ficha técnica

    Introdução ao Canto de Yansan

  13. Canto de Yansan (Baden Powell/Ildasio Tavares)

    Canto de Yansan

    (Baden Powell/Ildasio Tavares)

  14. Ladainha de Yansan (Baden Powel/Silvia Powell)

    Ladainha de Yansan

    (Baden Powel/Silvia Powell)

    Ficha técnica

    Arranjo arrangement – Mario Adnet Violão guitar – Mario Adnet Piano – Marcos Nimrichter Baixo bass – Jorge Helder Bateria drums – Jurim Moreira Percussão percussion – Armando Marçal Sax tenor – Eduardo Neves Sax baritono – Teco Cardoso Trombone – Vittor Santos Voz vocal Canto de Iansã – Maucha Adnet Voz vocal Ladainha de Iansã – Mônica Salmaso

  15. Domingo de Ramos (Baden Powell)

    Domingo de Ramos

    (Baden Powell)

    Ficha técnica

    Arranjo arrangement – Philippe Baden Powell Violão guitar – Marcel Powell Acordeom accordion – Marcos Nimrichter Baixo bass – Jorge Helder Flauta flute – Eduardo Neves Flauta em sol alto flute – Andrea Ernest Dias Clarinete e clarone clarinet/bass clarinet – Cristiano Alves Cello – Hugo Pilger

Ficha técnica

Um projeto de Mario Adnet & Phiippe Baden Powell

Direção musical e arranjos musical Mario Adnet & Philippe Baden Powell Coordenação e direção de produção Mariza Adnet

Assistentes de direção musical Joana & Antonia Adnet

Assistentes de produção Joana Adnet & Mauricio Von Helde

Gravado e mixado nos Estúdios Mega, Rio de Janeiro, de 16 de março a 7 de abril 2009

Engenheiro de gravação e mixagem Marcelo Sabóia

Assistente Augusto Cesar

Masterização Carlos Freitas (Classic Master)

Fotografia Nelson Faria *Foto “Baden Powell & Mario Adnet (2000)” Guto Costa Design Du Lado 

Lembro-me muito bem quando Philippe e sua mãe, Silvia, vieram me ver recomendada por Paulo Jobim com quem eu havia produzido o Symphonic Jobim.

Nós nos tornamos “velhos amigos” imediatamente e eu falei sobre a forte impressão que tive, como menino, quando apresentado à música de Baden por meu padrinho.

Baden era meu primeiro ídolo. Através de sua guitarra conheci pela primeira vez a música de muitas pessoas como Bach, Tom Jobim e Moacir Santos. Baden foi o primeiro artista a gravar aquelas diferentes músicas chamadas “Coisas” que seu professor Moacir mostrou durante as aulas particulares de “música superior”, como ele costumava dizer. Moacir Santos foi o único a ensinar a Baden os modos gregos que o inspiraram tanto a compor os Afrosambas.

Depois de dedicar alguns anos ao trabalho de Moacir Santos e produzir – juntamente com Zé Nogueira – obras como Ouro Negro e Choros & Alegria – senti que também poderia traduzir em música algumas das fortes ligações entre Baden e Moacir. Foi assim que a ideia nasceu e foi nomeada pelo meu talentoso parceiro Philippe como Afrosambajazz que dedico não só a Baden, mas também a Moacir.

Mario Adnet

“Esse é o homem!” Foi como meu pai se referiu a Mario Adnet depois de ser entrevistado por ele para um artigo de jornal. Baden ficou impressionado e entusiasmado com essa reunião e parecia que ele havia encontrado alguém para trocar idéias. Ele anotou seu número de telefone em uma partitura de música e me fez entender que eu poderia chamá-lo sempre que eu pudesse sentir. Depois disso, não me lembro de como obtive o álbum de Mario Para Gershwin e Jobim e entendi por que meu pai se sentia tão conectado. Alguns anos depois, senti um forte desejo de homenagear meu pai e sua música e decidi chamar esse cara. Afrosambajazz é a nossa primeira parceria. É um conceito instrumental do trabalho de Baden inspirado pelo Afrosambas e por todo o patrimônio cultural afro-brasileiro. Selecionamos as músicas da parceria com Vinicius de Moraes e Paulo Cesar Pinheiro e as músicas de solo de Baden. Algumas das folhas de chumbo foram cuidadosamente armazenadas por muitos anos. Do material nunca lançado foram reveladas canções como Yansan’s Chant, escrito com o poeta letrista de Salvador Ildasio Tavares. Para realizar este projeto foi uma experiência fantástica que gostaria de repetir muito em breve.

Philippe Baden Powell