Moacir Santos & Mario Adnet: saiba mais sobre essa parceria tão especial

Moacir José dos Santos nasceu em 1926, em Flores do Pajeú, interior de Pernambuco. Vindo de família muito pobre, começou a estudar aos 14 anos e já nesta idade dominava vários instrumentos como o violão, o bandolim e o banjo.

Maestro, compositor, arranjador e saxofonista, Moacir Santos formou-se em regência e  ficou conhecido mundialmente após ingressar na Rádio Nacional como saxofonista e em 1951, Moacir Santos foi promovido a arranjador e regente, ao lado de nomes como Radamés Gnatalli, Leo Peracchi e Lirio Panicalli.

Em 1967 o artista foi convidado a ir à Los Angeles para a estréia mundial do filme “Amor no Pacífico”, do qual havia sido compositor. Foi a partir desta ida aos Estados Unidos que o mercado internacional se abriu para Moacir e, desde esse evento, ele resolveu morar em Pasadena, na California, onde viveu compondo trilhas para o cinema e ministrando aulas de música.

Moacir Santos marcou a história da música com seus novos arranjos e é reconhecido internacionalmente como um dos maiores mestres da renovação harmônica da música popular brasileira.

Mario Adnet fez uma vasta pesquisa em torno de toda a obra de Moacir para depois iniciar o trabalho sobre o disco “Ouro Negro – CD duplo com regravações de músicas de Santos, que produziu junto com o saxofonista Zé Nogueira.  O trabalho foi complexo e bastante delicado: Mario Adnet reescreveu com Zé Nogueira os arranjos originais de Moacir Santos que, no caso das faixas “Coisas”, de 1 a 10, tiveram que ser transcritos a partir da audição do LP original de 1965, já que as partituras haviam se perdido.

No próximos meses Mario fará dois shows em homenagem ao compositor e saxofonista Moacir Santos. Confira as datas abaixo:

02 AGO – Recife

Banda Ouro Negro no Festival Moacir Santos / Teatro Santa Isabel

20 SET – Rio de Janeiro

Rock in Rio – Palco Sunset (Mallu Magalhães + Banda Ouro Negro)

Veja o Making Of do DVD “Ouro Negro”!

Para ouvir algumas faixas deste DVD, clique nas músicas abaixo:

“SOU EU”

“ODUDUÁ”

 “COISA Nº5 (NANÃ)”